Famosos : Goucha repõe a verdade sobre as “declarações” polemicas de Salvador

Goucha repõe a verdade sobre as “declarações” polemicas de Salvador

Goucha sai em defesa de Salvador e mostra declarações do cantor

Publicado por Vamos lá Portugal em Famosos
Partilhar no Facebook
148 148 Partilhas

Goucha repõe a verdade sobre as "declarações" polemicas de Salvador

Goucha sai em defesa de Salvador e mostra declarações do cantor

Nesta segunda-feira Manuel Luis Goucha começou o programa "Você na TV" a falar numa assunto que se tornou bastante polémico nos últimos dias. 

Salvador Sobral esteve envolvido numa grande polémica relativamente a Cristiano Ronaldo e ao pagamento de impostos. Indignado com as interpretações que foram feitas, o apresentador repôs a "verdade" com um vídeo que mostra as declarações do vencedor do festival da Eurovisão:

“Este é o exemplo perfeito que eu tenho para vos mostrar em como muitas vezes nós fazemos juízos de valor a partir de um título envenenado, de uma notícia que está enviesada, deturpada com um propósito: envenenar a opinião pública em relação a esta ou a outra figura”, garante, acrescentando que fez questão de ver o momento, não se ficando apenas pelas informações que circularam nas redes sociais.

Outros artigos relacionados com Salvador Sobral:

Salvador Sobral volta a fazer declarações polémicas

Salvador Sobral foi o vencedor do Festival da Eurovisão de 2017 e confessou que lidou muito mal com a fama a que esteve sujeito e que por isso espera ansiosamente por dia 12 de Maio para que exista um novo vencedor do festival e voltar a ser apenas o Salvador Sobral.

Em entrevista ao Público, o músico afirmou sentir o encargo de ter trazido o festival a Lisboa. "É horrível o que vou dizer, mas é verdade! Penso que se houver um ataque terrorista a culpa é minha! Em Lisboa, felizmente, nunca aconteceu nada do género, e dou por mim a ter esse tipo de pensamentos", revelou.

É já no próximo sábado que salvador  "passar o testemunho e deixar de ser encarado como o vencedor do festival — porque vai haver um novo ganhador — e voltar a ser apenas o Salvador Sobral da música". Ainda assim o cantor tem a consciência que não se livra de ter sido o primeiro a fazê-lo" e que não sabe se Portugal teria "dinheiro para voltar a receber um festival destes". 

Salvador sobral defende que Amar Pelos Dois ganhou a Eurovisão porque "prevaleceu a aposta na diferença". "Era uma canção rica harmonicamente, melódica e liricamente. E também emocionalmente. Tinha conteúdo. Era a melhor canção e não tenho vergonha de o dizer, só porque sou eu que a canto. É verdade. Era mesmo a melhor", reforça. 

Passado um ano de ganhar a Eurovisão, Salvador garante que a olha "com mais tranquilidade": "Antes bateu-me mal tudo aquilo (…). Não estava preparado. Quando cheguei a Portugal, depois da vitória, foi duro. Fartava-me de chorar. Dizia para mim próprio: "O que é que fui fazer?" Não podia sair à rua. Mas depois o tempo foi passando, estive todo aquele tempo no hospital por causa da operação e as pessoas foram percebendo, mais ou menos, como sou, e respeitam-me. Já perceberam que não gosto de tirar fotos, por exemplo. Dizem que gostam muito do meu trabalho e eu agradeço". 

"Há ainda taxistas que lhe oferecem a viagem, ou pessoas que "são muito protectoras": "Se peço um hambúrguer são capazes de me dizer: ‘Tem a certeza?’"

Salvador Sobral vai fazer digressões por Espanha, Polónia e Eslovénia. "A luta é mostrar que sou mais do que a Eurovisão. (…) Não quero ficar vinculado como o vencedor da Eurovisão, mas sim como o músico Salvador Sobral."

Partilhar no Facebook
148 148 Partilhas

Fonte: www.noticiasaominuto.com · Crédito foto: www.noticiasaominuto.com

Goste/partilhe