Famosos : Judite Sousa dormiu no chão durante reportagem na Tailândia
Que acha? Deixe o seu comentário aqui.  

Judite Sousa dormiu no chão durante reportagem na Tailândia

​Jornalista chegou a descansar no chão...

Publicado por Vamos lá Portugal em Famosos
Partilhar no Facebook
938 938 Partilhas

Judite Sousa dormiu no chão durante reportagem na Tailândia 

Jornalista chegou a descansar no chão...

Judite Sousa não hesitou em partir para a Tailândia para poder acompanhar o resgate das 12 crianças e do seu treinador de uma gruta na Tailândia.

Uma aventura que tão cedo não esquecerá e por isso vai relatando no seu blog alguns dos momentos  que viveu. Recentemente a jornalista confessou que chegou a dormir na rua:

 "Com a diferença horária de seis horas, na Ásia só dá para dormir duas ou três horas por dia. No intervalo das reportagens e dos directos, aproveitamos para descansar o que for possível. Se for no chão, que seja. O importante é não falhar", pode ler-se na mensagem.

Outros artigos relacionados com Judite Sousa

Em choque, Judite fala do que viu na gruta da Tailândia

Foram 18 dias em que 12 rapazes e o seu treinador estiveram presos na gruta Tham Luang, na Tailândia. Judite Sousa não hesitou em apanhar um avião para fazer a cobertura no local, assumindo a responsabilidade das reportagens e diretos durante o tempo que fosse preciso. Foi a única jornalista portuguesa de um canal de televisão a fazê-lo.

Foram  muitas horas continuas em pé, com temperaturas e graus de humidade muito elevadas, para não falar na carga emocional inerente ao frama que as crianças presas passavam.

"Estou exausta, mas determinada. Esta foi a vida que escolhi", desabafou Judite nas redes sociais.

Já no seu blog, escreveu mais uma vez como gosta de estar no terreno a fazer reportagens: 

"São já 38 anos de jornalismo. Uma carreira muito diversificada. Gosto de tudo no jornalismo, mas embora muitas pessoas tenham de mim a imagem da entrevistadora, a minha paixão é mesmo a reportagem. O meu coração palpita quando sou enviada especial e quanto mais difíceis são as condições no terreno, mais eu me supero.
Conheço bem o Sudeste Asiático. Trabalhei e vivi em Macau e, há uns anos, estive um mês na Tailândia em trabalho.
O estúdio é muito poucochinho comparado com este tipo de trabalho. Respeito o trabalho dos que não saem do conforto do estúdio, mas não há comparação possível. Obrigada."

Partilhar no Facebook
938 938 Partilhas

Fonte: tvmais.sapo.pt
Crêdito foto: tvmais.sapo.pt

Goste/partilhe