Famosos : Mulher de Rui Patrício dá conselho de cariz sexual a jogadores da seleção

Mulher de Rui Patrício dá conselho de cariz sexual a jogadores da seleção

Sem tabus, mulher de Rui Patrício dá conselho intimo a jogadores

Publicado por Vamos lá Portugal em Famosos
Partilhar no Facebook
176 176 Partilhas

Mulher de Rui Patrício dá conselho de cariz sexual a jogadores da seleção

Vera Ribeiro é a companheira de Rui Patrício um dos 23 jogadores que vai representar Portugal no Mundial, mas também é psicóloga e especialista em sexualidade. 

Vera esteve presente no programa da tarde da SIC e revelou alguns pormenores íntimos sobre a vida de um jogador quando está em estágio. 

Para a especialista os jogadores devem manter uma vida sexual ativa, mesmo quando se encontram em estágio. Em situações como esta, em que os jogadores vão para a Russia e estão longe das suas mulheres a especialista defende que devem recorrerem à masturbação que irá controlar os níveis de ansiedade e stress.

"O jogador de futebol não deve abster-se de ter relações sexuais antes dos jogos, mas também sabemos que em termos de rotina também não estão em contacto com as famílias, portanto, neste caso do Mundial, estão na Rússia", diz Vera Ribeiro, convidada do programa 'Dr. Saúde'. 

Quando questionada pelo apresentador do programa, se os jogadores, estando longe, deviam recorrer à masturbação, Vera responde: "Aí poderão obter os tais benefícios, que é o melhor sono, melhor descanso. Os níveis de cortisol são mais controlados, tem melhores resultados no stress e ansiedade". 

"Não podemos associar a performance desportiva com a ocorrência de sexo"," Quanto maior a atividade sexual maior a produção de testosterona. Há a ideia de que quando um homem ejacula, quando há relações sexuais, os níveis de testosterona descem e assim ficam. Obviamente há uma reposição lenta, o que não é aconselhado a um atleta ter relações sexuais e duas horas depois ter a competição. Isso não é aconselhável", refere a psicóloga. "A não ser que estivesse cientificamente provado que os resultados eram fantásticos, aí seria uma rotina introduzida nesse tipo de competições", acrescenta.

"Obviamente que a parte psicológica, sentimental e bem-estar que [o sexo] promove, o fato de estar equilibrado nesse nível, vai trazer aspectos positivos à sua performance", explica a psicóloga. "Quando falamos de abstinência forçada, que digam que não pode estar com a mulher, há um contra-senso e não é nada positivo", acrescenta.

Fica assim o conselho de Vera aos jogadores da selecção.

Partilhar no Facebook
176 176 Partilhas

Fonte: www.flash.pt · Crédito foto: www.flash.pt

Goste/partilhe