Famosos : Reveladas fotos picantes de Ronaldo e Georgina
Que acha? Deixe o seu comentário aqui.  

Reveladas fotos picantes de Ronaldo e Georgina

Reveladas fotos de Georgina e Cristiano Ronaldo

Publicado por Vamos lá Portugal em Famosos
Partilhar no Facebook
348 348 Partilhas

Reveladas fotos picantes de Ronaldo e Georgina

Cristiano Ronaldo está de férias na Grécia com a família e alguns amigos mais chegados. Georgina já tinha partilhado com os fãs fotos românticas durante um passeio de barco.

Uma foto em particular suscitou a curiosidade de muitos seguidores, sabe-se agora que ambos estavam a tentar comer uma ameixa. Os fãs do casal revelaram agora como essas fotos foram tiradas.

Estes são os últimos dias de férias para Cristiano Ronaldo, já que no próximo dia 16 deve apresentar-se em Turim. O casal está acompanhado por Cristianinho, Dolores, Hugo e das sobrinhas de Ronaldo: Alicia e Eleonora.

Outros artigos relacionados com Cristiano Ronaldo:

Ronaldo e Quaresma amizade indestrutível. Toda a história da infância a estrelas mundiais

Cristiano Ronaldo e Ricardo Quaresma conheceram-se nas escolas do Sporting. Os dois meninos pobres que hoje são as maiores estrelas do futebol mundial valem milhões e têm muito em comum.

Ricardo Quaresma era conhecido por "ciganito" e chegou a Alvalade com sete anos, no  entanto tinha em Lisboa todo o apoio familiar. Cristiano Ronaldo chegou a Alvalade aos 11 anos      sozinho e todos os dias chorava.Deram-se bem desde que se conheceram e a amizade foi crescendo com eles.

Aurélio Pereira responsável pelo Departamento de Recrutamento para a Formação, dos leões conta como conheceram quaresma:

.." Ouvi falar num miúdo que era muito bom, que jogava no Domingos Sávio, uma equipa das Oficinas de S. José, em Campo de Ourique, chamado Alfredo. Mandei lá o Henrique Claro, para ver um treino, só que ele reparou noutro miúdo mais pequeno, e perguntou ao Alfredo quem era. ‘É meu irmão!’, disse o rapaz. Acabaram por vir os dois para o Sporting".

Quaresma foi criado pela mãe que tinha três trabalhos para o sustentar a ele e aos irmãos, o pai saiu de casa quando tinha apenas 4 anos e foi na rua que cresceu:

"São miúdos que têm que aprender a desenrascar-se desde muito novos. Têm que tomar decisões por eles. E que jogaram na rua.Trazem o futebol nos pés. Eram crianças que estavam habituadas a fugir, porque saltavam para dentro de um quintal para jogar à bola, e lá vinha um cão ou a dona da casa. Ou chegavam a fintar dez polícias sem serem agarrados, por causa disso".

J´Ronaldo apenas com 11 anos não tinha apoio familiar em Lisboa e chorava com saudades da mãe, que insistia ara que ele ficasse no continente, pois só uma carreira, no mundo do futebol, poderia resgatá-lo à pobreza.

Ronaldo não gostava de ir à escola, em Telheiras. Os outros miúdos rim do seu sotaque, até a professora não conseguiu conter o riso, quando ele se apresentou durante a chamada. Ronaldo ficou revoltado, agarrou numa cadeira e ameaçou atirá-la à docente.

 "Sempre fizemos questão que eles se formassem, enquanto jogadores, mas também como homens. E a escola era uma exigência. Tanto o Ronaldo como o Quaresma iam à escola, de forma regular, até que o sucesso desportivo se começa a sobrepor e há um afastamento natural da escola", descreveu Aurélio Pereira. 

Apesar de Cristiano Ronaldo não ter a mãe por perto, tanto ele como Quaresma sempre tiveram o amor das mães: "Tanto um como outro são homens com grandes valores e que amam as suas mães. Garanto-lhe que, tanto um como o outro, dariam a vida por elas", afiança Aurélio Pereira, que os conhece como se fossem seus próprios filhos.

Partilhar no Facebook
348 348 Partilhas

Fonte: www.flash.pt
Crêdito foto: www.flash.pt

Goste/partilhe