Notícias : 4 Crianças resgatadas da nova casa dos horrores

4 Crianças resgatadas da nova casa dos horrores

Filhos ficam trancados sem água e comida

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias

4 Crianças resgatadas em nova casa dos horrores

O estado norte-americano do Arizona está em choque com este caso que envolve quatro crianças adotadas.

Um casal foi detido por manter os seus quatro filhos adotivos trancados em casa, sem comida, água e luz. As crianças estavam trancados em quartos separados e não tinham acesso à casa de banho.

Este caso chocou novamente os EUA que não tardou em apelidar como ‘A Nova Casa dos Horrores’, uma vez que apresenta contornos semelhantes ao da família Turpin (em que os pais mantinham 13 crianças em condições deploráveis).

Neste caso foram apanhados porque também uma criança conseguiu fugir por uma janela que estava aberta. Sem hesitar a menor entrou numa loja onde pediu para usar o telefone. 

O dono do estabelecimento estranhou e foi ele a contactar imediatamente as autoridades.

A criança foi ouvida pela policia que montou uma operação em casa do casal. Encontraram quatro crianças com a saúde muito debilitada devido à falta de condições de higiene e à falta de alimentação.

Segundo as autoridades as crianças com idades compreendidas entre os seis e os doze anos, eram mantidas trancados em quartos separados durante mais de 12 horas por dia. Sem luz, não lhes era dada comida e tinham de fazer as necessidades no chão, em dias excecionais eram-lhes fornecido um balde.

"As crianças eram todas mantidas em quartos separados, que eram trancados pelos suspeitos por fora. Não tinham acesso a comida, água, luz ou casa de banho por mais de 12 horas, e esta situação repetia-se regularmente", afirmou o Departamento de Polícia de Pima County.

As crianças foram resgatadas e levadas a fazerem exames médicos, estando neste momento entregues aos serviços sociais norte-americanos.

O casal que tinha adotado as crianças Benito e Carol Gutierrez, de 69 e 64 anos,foram imediatamente detidos no dia da operação.

Fonte: www.cmjornal.pt · Crédito foto: www.cmjornal.pt

Goste/partilhe