Notícias : Mãe fica destroçada depois de nascimento fetal, agora avisa todos os outros pais sobre o erro desnecessário do médico

Mãe fica destroçada depois de nascimento fetal, agora avisa todos os outros pais sobre o erro desnecessário do médico

Ela quer avisar pais para evitar que este erro ocorra novamente.

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
170 170 Partilhas

Mãe fica destroçada depois de nascimento fetal, agora avisa todos os outros pais sobre o erro desnecessário do médico

Dar à luz, para muitos, é o momento mais feliz e emocionante das nossas vidas. Para Brooke, por outro lado, esta história única tornou-se o seu pior pesadelo.

Agora, com o coração partido, ela quer contar a sua história para prevenir isto de acontecer outra vez. Nenhuma família devia sofrer algo assim se pode ser prevenido.

*Este artigo pode conter imagens que podem afetar alguns leitores 

Brooke é uma mãe de 27 anos de Brisbane, na Califórnia. No ano passado, estava felizmente à espera da sua segunda criança. 

Mas no final de agosto, 2017, correu tudo mal.

Brooke sofreu de repente de uma hemorragia pesada que a deixou num estado crítico. No final, perdeu 1.7 litros de sangue. Na altura, estava na semana 36 da gravidez.

Ultra-sons mostraram que o bebé dentro dela não tinha sinais de vida. O mundo de Brooke desabou à sua volta.

Ela própria deu as notícias devastadoras ao marido, Elliot. Ele desmaiou e caiu no chão – as suas únicas palavras afirmavam que isso não era possível. Algumas enfermeiras tiveram de lhe ajudar depois de se levantar.

O que devia ter sido um dos dias mais felizes da sua vida, tornou-se num dos seus piores pesadelos. Brooke teve de dar à luz um bebé morto. 

“O meu coração estava partido. Olhei para o ecrã do ultra-som e vi o corpo sem vida dentro de mim. É uma imagem que nunca vou esquecer”, disse Brook, de acordo o site Espanhol Viralista. 

Agora Brooke, no meio do seu luto, quer partilhar as imagens do seu filho que nasceu morto, para que ninguém tenha de sofrer o mesmo. Porque – e isto é devastador – podia ter sido evitado.  

“Foi horrível dar à luz um bebé morto”, disse a mãe enlutada que perdeu 1,7L de sangue antes e durante o parto. 

O seu marido colapsou quando recebeu a notícia. Ele disse: “Isso não é possível. Como é que aconteceu?”  

Brooke sofreu uma ruptura da placenta, o que significava que a parede do seu útero tinha cedido parcialmente ou completamente. A separação causa a hemorragia na mãe que impede que o bebé receba oxigénio e nutrientes 

Os testes médicos feitos depois revelam que Brooke sofre de uma rara coagulação genética, chamada de Factor V Leiden.

Um teste de sangue podia ter detectado este problema sem muita dificuldade, por isso Brooke que avisar todas as mães para pedirem um teste de sangue durante todas as gravidezes.

Apesar do seu luto, Brooke visa salvar as vidas de outros bebés para que a morte da sua criança não seja em vão.

Ajude-nos a partilhar a sua mensagem. PARTILHE esta publicação e salve uma vida!

____

O que achou deste artigo? Partilhe o seu ponto de vista nos comentários, e partilhe com os seus amigos e familiares nas redes sociais…

Se estiver interessado nas últimas noticias sobre a atualidade, sobre famosos, comédia, animais, lifestyle ou sobre noticias viriais, siga-nos na nossa página no facebook Vamos lá Portugal.

Não hesite em deixar a sua opinião sobre a publicação. 

Partilhar no Facebook
170 170 Partilhas

Fonte: Newsner · Crédito foto: Newsner

Goste/partilhe