Notícias : Um avô entrega 2.300 dólares em notas a uma caixeira do Walmart, mas ela recusa-se a enviar o dinheiro ao “neto” do senhor

Um avô entrega 2.300 dólares em notas a uma caixeira do Walmart, mas ela recusa-se a enviar o dinheiro ao “neto” do senhor

A caixa fez uma pergunta ao homem e depois recusou-se a transferir o seu dinheiro.

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
640 640 Partilhas

Um avô entrega 2.300 dólares em notas a uma caixeira do Walmart, mas ela recusa-se a enviar o dinheiro ao “neto” do senhor

Todos sabemos que a altura do Natal é a altura de dar – e infelizmente, isso inclui burlões.

Estas pessoas “atacam” outras com bons corações e tentam aproveitar-se da sua generosidade. É uma pena, porque as pessoas a quem eles se dirigem estão apenas a tentar ajudar.

Como um avô de Cincinnati, Ohio. Ele estava preparado para enviar mais de 2 mil dólares a um estranho. Mas felizmente, um anjo da guarda interveio e impediu-o mesmo a tempo.

Cecil Rogers estava a preparar-se para passar o Natal com a sua família quando recebeu uma chamada.

O homem do outro lado disse ser o seu neto mais velho.

“O homem começa a falar e diz ‘Avô, é o teu neto mais velho. Estou com um problema’”, disse o Cecil ao WCPO News.

O “neto” de Cecil continuou e disse que teve um acidente de carro.

“Ele disse, ‘bati no carro de uma mulher que estava grávida de sete meses. Estão a acusar-me de conduzir embriagado e estou na prisão’”, continuou Cecil. 

Depois o “neto” de Cecil passou o telemóvel a um “advogado”.

O homem disse que estava a tentar tirar o “neto” de Cecil da prisão. Mas não o podia fazer sem pagar fiança. Disse a Cecil para arranjar 2.300 dólares e ir ao Walmart mais próximo. Daí ele podia transferir o dinheiro para outro Walmart perto da prisão onde o seu “neto” estava.

Como é óbvio, Cecil queria ajudar o seu neto e fez o que o mandaram fazer. Ele foi direto a uma caixa multibanco e depois a um Walmart para fazer a transferência.

Mas, felizmente, um anjo da guarda estava lá à sua espera. 

Quando a caixeira do Walmart, Audrella Taylor, ouviu a história de Cecil, ela suspeitou de qualquer coisa.

“Ele disse-me que alguém estava na prisão, que recebeu uma chamada e que precisava de enviar 2 mil dólares”, disse Audrella.

Audrella já trabalha no Walmart há 5 anos e conhece uma burla quando vê uma – e não permitiu que Cecil transferisse o dinheiro.

“Eu disse, ‘Não vou aceitar a transferência. Não vou deixa-lo enviar esse dinheiro. Acho que estão a tentar engana-lo’”, continuou Audrella. 

Audrella disse a Cecil para ir para casa e ligar para os filhos e netos para saber se houve mesmo um acidente.

E claro, descobriu-se que não tinha havido nenhum acidente.

Então porque é que Cecil não contactou a família primeiro? Os burlões disseram-lhe para não falar com ninguém acerca da transferência.

Veja a reportagem acerca da história: 

Cecil ficou agradecido a Audrella por ter recusado a transferência e por o ter alertado para a burla.

Felizmente Audrella estava lá para impedir que Cecil perdesse o seu dinheiro.

____

O que achou deste artigo? Partilhe o seu ponto de vista nos comentários, e partilhe com os seus amigos e familiares nas redes sociais…

Se estiver interessado nas últimas noticias sobre a atualidade, sobre famosos, comédia, animais, lifestyle ou sobre noticias viriais, siga-nos na nossa página no facebook Vamos lá Portugal.

Não hesite em deixar a sua opinião sobre a publicação. 

Partilhar no Facebook
640 640 Partilhas

Fonte: Newsner · Crédito foto: Newsner

Goste/partilhe