Notícias : Um polícia para o carro de um homem que se parece com o seu filho que morreu, uns segundos depois ele começa a chorar

Um polícia para o carro de um homem que se parece com o seu filho que morreu, uns segundos depois ele começa a chorar

Uma história perturbadora

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
450 450 Partilhas

Um polícia para o carro de um homem que se parece com o seu filho que morreu, uns segundos depois ele começa a chorar

William Jazwinski estava a conduzir quando foi parado por um carro da polícia.

No início, ele pensou que estava a conduzir muito rápido e que o polícia estava a pará-lo para o repreender. 

Mas, na verdade, o polícia queria agradecer-lhe pelo seu serviço. Ele viu um adesivo no carro a indicar que ele tinha estado no exército.

O polícia perguntou acerca da experiência de William nas forças armadas, e ele respondeu que tinha estado 15 meses no Iraque. 

O polícia começou então a desabafar. Disse a William que o seu filho também tinha estado no Iraque, mas que não tinha voltado.

O veterano ficou comovido com a história do polícia. 

Após a conversa, o polícia pediu a William algo incomum. Perguntou se podia abraça-lo.

“Você faz-me lembrar o meu filho, quando o parei até pensei que era ele, ainda não consigo acreditar que ele morreu”, disse o polícia. 

Jazwinski ficou surpreendido, embora secretamente também estivesse a precisar de um abraço. Ele tinhnaacabado de sair de um programa para tratar um Transtorno de stress Pós-Traumático, muito comum em veteranos de guerra, e de fato poderia dar algum conforto.

Os dois homens abraçaram-se e começaram a chorar.

Foi um momento especial para os dois que conheceram, à sua maneira, os horrores da guerra.

William também sofria de stress pós-traumático e precisava daquele momento de afeto.

O veterano partilhou esta história no Facebook que já foi partilhada 180 mil vezes. 

O militar terminou o seu post com uma mensagem simples de gratidão a todos os homens e mulheres militares. “Para todas as famílias e amigos dos soldados, os que lutam ou acabaram de lutar, Deus os abençoe. Paz nos seus corações. É muito difícil viver sem eles, eu sei“, concluiu.

Uma história verdadeiramente chocante que nos lembra os sacrifícios dos militares e das suas famílias.

____

O que achou deste artigo? Partilhe o seu ponto de vista nos comentários, e partilhe com os seus amigos e familiares nas redes sociais…

Se estiver interessado nas últimas noticias sobre a atualidade, sobre famosos, comédia, animais, lifestyle ou sobre noticias viriais, siga-nos na nossa página no facebook Vamos lá Portugal.

Não hesite em deixar a sua opinião sobre a publicação. 

Partilhar no Facebook
450 450 Partilhas

Fonte: ayoyemonde · Crédito foto: ayoyemonde

Goste/partilhe