Notícias : Uma mulher que lutou durante anos contra o seu pelo desiste e mostra-se hoje com orgulho

Uma mulher que lutou durante anos contra o seu pelo desiste e mostra-se hoje com orgulho

Hoje, ela decide mostrar-se orgulhosamente.

Publicado por Vamos lá Portugal em Notícias
Partilhar no Facebook
214 214 Partilhas

Uma mulher que perdeu horas e horas ao longo da sua vida para se depilar porque seu corpo era extremamente peludo decidiu "pendurar a navalha" e assumir-se como é.

A mulher de 33 anos, chamada Leah Jorgensen, sofre da síndrome de Stein-Leventhal, uma desordem hormonal que pode causar o aparecimento de muito pelo.

É, portanto, aos 14 anos que a sua vida se tornou uma espécie de inferno quando os primeiros pelos apareceram em números muito grandes.

Nos 13 anos seguintes, Leah tentou de tudo para esconder esse problema, muitas vezes vestindo longas camisolas para esconder o seu corpo. 

Então, por volta dos 27 anos, Leah começa a usar cera e a depilar-se. 

Dado todo o pelo que ela tem no seu corpo, isso rapidamente se torna uma tarefa enorme. 

Além disso, Leah não conta as horas que ela passar a "lutar" contra os seus pelos. 

Mas o destino finalmente envia-lhe um sinal. 

Em dezembro de 2015, Leah foi atingida por um carro e teve que ser levada para o hospital. 

Na chegada, a equipe médica não perde um segundo e corta todas as roupas à pressa para a examinar. 

É então que Leah percebe que ninguém se importa com o problema do seu pelo. 

É a partir desse momento qie Leah decide assumir como é.

Ela conhece um homem que a aprecia como ela é. 

Embora o relacionamento acabe depois de algum tempo, ele deu-lhe a motivação e a confiança para continuar nesse caminho. 

Finalmente, quando vemos o sorriso de Leah e o bom humor, dizemos que a sua história deve ser conhecida por todos, para que possamos aprender a aceitar-nos nas nossas diferenças. 

Parabéns a Leah pela sua coragem!

Partilhar no Facebook
214 214 Partilhas

Fonte: ayoyeglobal · Crédito foto: ayoyeglobal

Goste/partilhe